• Carolina Freitas

O que a Amazônia interfere no seu dia-a-dia?



Pandemia, caos, isolamento...vivemos dias difíceis parados em nossa própria mente, a realidade nunca esteve tão próxima e em períodos como este pensamos em nossos hábitos. Os convido a começar a criar dentro de vós motivações para participar de discussões tão importantes como esta.

Amazônia a maior floresta tropical do mundo contida dentro de 8 países incluindo o Brasil com 60% da floresta e presente em 9 estados brasileiros. Esse bioma está mais ameaçado que nunca neste mês de maio um total de 829 km² foi desmatado recorde para o mês desde 2015. estima-se que por conta do período de isolamento o desmatamento tende a ser recorde em 2020, falta de fiscalizações, aprovações de leis que fragilizam a preservação e manutenção do bioma e o afastamento do assunto das mídias ajudam a promover isso. 

Ano passado vimos até nos estados do Sudeste as consequências das queimadas, mas a Amazônia está mais próxima a nós do que percebemos. Em florestas tropicais onde existe a maior quantidade de biodiversidade do planeta é onde acontecem pesquisas e descobertas importantes como a criação de novos medicamentos, atualmente vários medicamentos estão em estudo com matéria prima vindas da Amazônia. A floresta representa um terço das florestas tropicais do mundo, desempenhando papel imprescindível na manutenção de serviços ecológicos,como garantir a qualidade do solo, dos estoques de água doce e proteger a biodiversidade. Processos como a evaporação e a transpiração de florestas também ajudam a manter o equilíbrio climático.

As florestas da Amazônia funcionam como grandes armazéns de carbono, o qual se encontra estocado nos tecidos vegetais. Quando a floresta é derrubada e queimada, este carbono é liberado para a atmosfera, o que contribui para o aumento da temperatura da Terra devido ao efeito estufa. Por esse motivo o aumento do desmatamento ilegal da Amazônia é um obstáculo na melhora do sistema climático do mundo, se não fizermos nada podemos perder grande parte de nossas florestas primárias do mundo (as poucas que ainda existem).

Pensando nisso é levantada a reflexão é possível uma conciliação de economia e preservação? a resposta é sim, um desafio árduo porém muito necessário. É uma solução que exige pesquisa, monitoramento e trabalho duro. para a execução procuramos nos inspirar no modo de vida dos habitantes já desse bioma: as comunidades indígenas.

As populações de comunidades indígenas agem atualmente assumindo o papel do estado na luta contra o desmatamento, essenciais para o bioma eles sabem as maneiras, adaptações e limites que temos que ter se quisermos garantir um bioma saudável e produtivo, muita informação e pouca atenção.

As comunidades tem muito a ensinar para o gerenciamento dessas atividades e precisam de maior visibilidade hoje o número de comunidades indígenas é muito baixo e mais do que nunca precisa da visibilidade e voz que necessitam, se a população brasileira estiver disposta mesmo a zelar por um de nossos maiores bens, vamos começar a se interessar mais pelo assunto e trazer essas discussões para amigos e família, para quem sabe com esse período de isolamento conseguir avanços na preservação do meio ambiente.

Referências:

https://exame.com/brasil/desmatamento-na-amazonia-bate-novo-recorde-em-maio/

https://inacio45.jusbrasil.com.br/artigos/182212231/um-olhar-antropologico-sobre-os-povos-indigenas-do-brasil-e-sua-luta-por-reconhecimento-na-sociedade?ref=serp

https://www.unicamp.br/unicamp/ju/artigos/luiz-marques/o-ultimo-seculo-das-florestas-tropicais

CONHEÇA

NOSSOS

SERVIÇOS

  • insta
  • facebook
  • linkedin

criado com <3 por KMV

IMAR Jr.

Consultoria & Projetos